Imagem que mostra um homem, com aparência indefinida, soltando muitas letras da sua boca.

Como ler em Wolof – um guia básico de pronunciação

Olá pessoal!

Atendendo aos pedidos de alguns leitores do blog, hoje trarei um artigo que acredito que ajudará muito a todos vocês. Como ler em Wolof? Qual é o som das letras e sílabas? É isso que os ajudarei a responder neste artigo. Portanto, vocês podem encara-lo como um guia básico de pronunciação das palavras. Então vamos lá!

Letra em wolof  => pronúncia em português brasileiro

Vogais

  • A/a (sozinho, no meio de uma palavra) => ã, como em “lã” ou “dã“.
    • Exemplo: ja => djã (caminhar).
  • À/à ou Aa/aa => a, aberto como em “arara“.
    • Exemplo (1): baat => bat (pescoço);
    • Exemplo (1): àll => all (arbusto).
  • E/e => é, aberto (excetuando-se no fim de uma palavra, quanto tem o som de “e”, fechado), como em “peça” ou “mérito”.
    • Exemplo: def => déf (fazer).
  • É/é => e, fechado como em “edredom”.
    • Exemplo: yére => iere (hábito);
  • Ë/ë => ã, como em “bird” [bãrd] em inglês ou “anta” em português;
    • Exemplo: kër => kãr (casa).
  • I/i => i, como em “bico” ou “igreja”.
    • Exemplo: itam => itãm (também).
  • O/o => ó, aberto como em “Opera”.
    • Exemplo: sore => sóre (longe).
  • Oo/oo => o, aberto como em “Dóris” ou “Dólar”.
    • Exemplo: doom => dóm (filhos, filha).
  • Ó/ó => o, fechado como em “Ostra” ou “Bolacha”.
    • Exemplo: yób => iob (dar, adicionar, incluir).
  • Óo/óo => o, fechado como em “fone”.
    • Exemplo: fóon => foon (abraçar).
  • U/u => u, curto como em “busca”.
    • Exemplo: suba => súbã (amanhã).
  • Uu/uu => u, longo como em “Uruguai”.
    • Exemplo: suur => súur (satisfazer).

Consoantes (as que tem alguma diferença para as consoantes do português)

  • C/c => tch, como o “tchê”, do gaúcho brasileiro, com a língua perto dos dentes superiores da frente.
    • Exemplo: càkk => tchák (natureza).
  • J/j => dj, como em “jazz”, em inglês, mas com a língua mais perto dos dentes superiores da frente.
    • Exemplo: jarajëf => djãrãdjêf (obrigado).
  • Ñ/ñ => nh, como em “danoninho”, com a ponta da língua logo atrás dos dentes frontais .
    • Exemplo: ñëw =>nhe•o (vir).
  • η => inh, como em “baixinho”;
    • Exemplo: ηaam => inháam (mandíbula).
  • ηη => ng, como em “single”, em inglês;
    • Exemplo: doηη => dong (somente).
  • Q/q => k, como em “kilo” ou a onomatopéia “bakh!”.
    • Exemplo: yàq => iákh (destruir).
  • R/r => r, forte (como o “r” russo), com a ponta da língua entre os dentes superiores frontais e a gengiva. Como em paralelo.
    • Exemplo: rey => Réy
  • W/w => u/w, como em William [Uiliam] ou Urso.
    • Exemplo: wut => wut (buscar).
  • X/x => r fraco ou h gutural, como em “rã”, “raposa”, com a língua puxada de volta para a garganta;
    •  Exemplo: xarit => hãrit ou rrãrit (amigo).

É importante observar, que o wolof como forma de escrita é relativamente nova e, como resultado, a pronúncia ainda não está padronizada. Por isso você poderá encontrar palavras com uma pronúncia um pouco diferente da que coloquei aqui.

Este guia, estará disponível no Glossário Wolof/Português e Português/Wolof que estou produzindo a partir da edição de maio de 2015 com alguns complementos.

Fontes:

App – Norwich University;
App – Le Wolof Facile;
Dictionnaire Wolof-français et Français-wolof de Jean-Léopold Douf, edição de 2003.

Um comentário sobre “Como ler em Wolof – um guia básico de pronunciação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *