Um pouco de gramática, lição 4 -Relação de substantivos- “substantivação”

 

papagaio       Como poderíamos relacionar substantivos com outros substantivos, verbos e outros? por exemplo se você quisesse dizer para alguém que a água que está tomando vem diretamente do poço? ou que você tem um papagaio falante que mora numa casa de barro? Hoje aprenderemos como fazer isso de uma maneira bem fácil. Bom estudos meus caros amigos e que logo todos se tornem papagaios falantes de wolof.

4. A determinação do nome, “substantivação”

4.1 Definição

            A determinação nominal é a operação que consiste em adicionar sentido a um substantivo ou a um numeral por meio de um ou mais dos processos que seguem abaixo:

-Determinação simples por adição do artigo ou pronomes.

-Determinação de relação por adição de substantivo, verbo ou de preposição.

Antes de começarmos algumas notas para compreender este artigo:

Determinado = substantivo que será “modificado” o sentido

Determinante = substantivo, verbo e outros que “modificarão” o sentido do substantivo por ser acrescentado a ele.

Classificador = letra após o nome que determina a classe a qual o substantivo pertence.

 

4.2 Determinação simples

            A determinação simples se faz pela adição de um artigo ou de um pronome (em wolof o que pra nós pode ser conhecido como pronome é chamado de artigo; veja a lição 1).

O artigo indefinido é colocado antes do substantivo:

            Aw Fas           Um cavalo

Já o artigo definido é colocado após o substantivo:

            Fas wi             O cavalo

O pronome demonstrativo -em wolof artigo demonstrativo- se coloca geralmente após o substantivo, mas pode vir também após o substantivo:

            Gone g–          criança

            Gii                   esta

            Gone gii          esta criança

            Gii gone          esta criança

O pronome possessivo, com exceção da terceira pessoa do singular (veja lição 2), se coloca antes do substantivo ou palavra a ser determinada:

            Sama              meu/minha

            Kër g-             casa

            Sama kër       minha casa

            sa                    teu/tua

            bos                  teu/tua – substantivo que indica algo de possessão

            bi                    o/a

            sa bos bi        o teu / a tua

Vejamos como fazer com a terceira pessoa do singular:

            …am                seu/sua

            Ñaar               dois – numeral 2-

            Ñi                    os/as

            Ñaram            ñi       os seus dois

Para demonstrar afeto podemos colocar os pronomes possessivos depois do substantivo:

            Sama              meu/minha

            Jabar j-         esposa

            Jabar sama   minha querida esposa

4.3 Determinação de relação

4.3.1 A determinação de relação por adição de um nome, substantivo

            Ela consiste em relacionar um substantivo ou um numeral com outro substantivo que lhe dará algum sentido ou uma relação. No caso de um substantivo singular terminado por uma consoante, o determinante será introduzido por um conectivo neutro –u que será adicionado ao substantivo. Veja:

Ndox m–                    água

Teen –b                      poço

Ndoxum teen           água de poço

Note que foi adicionado –u ao final da palavra ndox e juntou-se o determinador –m formando uma só palavra ndoxum; após fazermos isso acrescentamos apenas o outro substantivo que dará o novo sentido a ndox (água), que agora é água de poço –ndoxum teen-. A palavra que dará o sentido perde o determinante como no caso de teen que perdeu o b-.

            No entanto com o numeral benn (1) e seus variantes, com exceção de menn (só), o determinante é introduzido sem o conectivo –u.

            Benn                um (1)

            Xale b-           criança

            Been xale       uma criança

            Genn               um (1)

            Gone g-          criança

            Genn gone      uma criança

Note que não foi acrescentado o conectivo entre as palavras, mesmo benn e genn terminando com consoante. Outra nota é que benn concorda com a classe da palavra, podendo ser mudado como no caso de gone –g. Gone pertence a classe g- para ter sentido de “criança” então o numeral benn também vai para classe g- se tornando genn. Mas existe um caso em que colocaremos o conectivo que é quando benn assume o sentido de “só” tornando-se menn:

Menn m                      um com sentido de só/somente

Omar                          Omar (nome próprio)

Mennum Omar          só Omar / apenas Omar

No caso de um substantivo terminando em uma vogal o determinante de classe é adicionado sem conectivo, diretamente.

Ndaje m–                   encontro

Jàmm j-                     paz

Ndajem Jàmm        encontro de paz

Se a palavra termina em vogal em alguns casos podemos escrever sem o classificador:

Ndaje Jàmm             Encontro de paz

No caso de um determinado singular, um substantivo, pertencer à classe j- o classificador se tornará –y:

Cere –j                       cuscus

Guddi –g                     noite

Cerey guddi               cuscus da noite

Yàlla –j                       Deus

Israyel                       Israel

Yàllay Israyel          Deus de Israel

No caso de um substantivo no plural terminando por uma consoante o determinante é introduzido sem conectivo, mas o classificador do plural –y se junta ao substantivo sob a forma de ­–i:

            Kër y-                         casas

            Ban b–                        argila

            Këri ban                     casas de argila

No caso de um determinado, substantivo, terminado por uma vogal o determinante é introduzido sem conectivo e o classificador –y não muda:

Ndaje y                     encontros

Jàmm j-                     paz

Ndajey jàmm           encontros de paz

4.3.2 A relação determinada por um verbo

            Ela consiste em determinar um nome ou um nominal por um verbo numa construção híbrida. Esta operação se faz por introduzir um verbo ao determinado com o conectivo –u que se une ao classificador do nome, se ele é indefinido.

            Coy b-                         papagaio

            Wax                            falar

            Coy buy wax              papagaio falante / um papagaio que fala

Se o determinado é definido utilizamos –i no lugar do conectivo –u.

            Coy biy wax               O papagaio que fala

Note que foi acrescentado um “y” após o conectivo, isso porque o verbo wax é um verbo de ação e não de estado, se fosse um verbo de estado não acrescentaríamos o “y”. Vamos falar sobre verbos mais adiante.

Lu keen mën, ñaar a ko ko dàq

O que uma pessoa faz sozinha fará melhor em dois

Lit. A união faz a força

Filipe Cordella

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *