Lição 1: Um pouco de gramática pra começar

O wolof como uma língua africana possui uma estrutura particular, muito diferente da estrutura da qual estamos acostumados, da língua latina com artigos colocados antes de substantivos, verbos para indicar estados como ser ou estar, conjugação de verbos entre outros.  Hoje explicaremos um pouco sobre como são classificadas as palavras e o que são aqueles artigos após os nomes e quais as suas funções básicas.

Classes Nominais e Classificadores

1.1 Classes nominais

No wolof, o nome deve ser marcado por uma consoante que indica a classe que o nome pertence. Essa consoante é chamada índice de classe ou classificadora. Dizemos que o Wolof é uma língua de classes nominais.

1.2 Funções do classificador

O classificador, ou a consoante que fica após o nome (substantivo), é um indicador semântico ou um índice de concordância. Como indicador semântico ele permite o sentido de uma palavra que pode possuir vários sentidos diferentes. Por exemplo:

ndaw g    Juventude

 ndaw l      Mensageiro

ndaw ñ    Os jovens 

ndaw s     Mulher jovem

Como índice de concordância, ele permite que um grupo de palavras sejam associadas a um substantivo que lhes rege. Por exemplo, nós sabemos que FAS (cavalo) pertence à classe w- e TUBAAB (europeu) à classe b-, então:

Fasu tubaab wiy naan (lit.: o cavalo do europeu que bebe) significa que “o cavalo do europeu bebe”.

Fasu tubaab biy naan (lit.: o cavalo do europeu que bebe) significa o “cavalo do que bebe”, neste caso quem bebe é o europeu e não o cavalo como no outro exemplo.

A preposição dependente wiy naan (“que bebe”) se refere ao cavalo. Já a preposição dependente biy, utilizada no segundo caso, se refere ao europeu. Portanto não há ambiguidade quanto ao sujeito do verbo naan “beber”. Pelo indicador podemos saber que está bebendo.

1.3 Classificadores diferentes

Os nomes se dividem em 8 classes do singular e 2 classes do plural.

1.3.a Classificadores do singular

B  G  J  K  L  M  S  W.

s- da um sentido diminutivo ou depreciativo a um nome que não pertence à classe s-.

  kër gi = a casa             kër si = a casinha, ou o casebre.

1.3.b Classificadores do plural

Ñ    Y

exemplos: Nit ki = a pessoa; nit ñi = as pessoas.

Xale bi = a criança, xale yi = as crianças.

1.3.c Classificadores de especificos

f- é o índice genérico de lugar:

fi-    ali, aqui, (próximo do local) pode corresponder ao y do francês em alguns casos.

fii – aqui (literalmente este aqui) ou voici.

fale – lá

n– índice genérico de modo, ou maneira:

ni = como

nii = assim, assim como

c– serve para construir a preposição ci:

ci = no, na, em, sobre, etc. Corresponde ao DANS do francês.

 

Na próxima postagem falaremos mais sobre os artigos, qual classe utilizar e assim por diante.

Filipe Cordella

Yàlla, Yàlla, bay sa tool

2 comentários sobre “Lição 1: Um pouco de gramática pra começar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *